Seguidores

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Vida

Vida

Um ano a mais
um ano a menos
que diferença faz
quando já somos
mais ou menos
mais suaves
mais sábios
mais fortes
mais justos
e de mais a mais
cromossomas

um ano a mais
um ano a menos
a vida é cais
e lá vão nossos sonhos:
barcos pequenos


um ano a mais
um ano a menos
lendo os sinais
nos esquecemos
e quando nos lembramos
é tarde demais

um ano amais
outro odiais
um ano demais
outro de menos
um ano tanto fez
outro tanto faz
um ano como nunca houve outro
um ano sem pagar e só levando o troco

um ano que vem
um ano que vai
e os mesmos ais
mais a menos


Antonio Thadeu Wojciechowski

3 comentários:

Em@ disse...

"um ano amais
outro odiais
um ano demais
outro de menos
um ano tanto fez
outro tanto faz
um ano como nunca houve outro
um ano sem pagar e só levando o troco"

nãop conhecia o poeta.
gostei

Miguel Loureiro disse...

O poeta e a poesia conhecia, e a vida, desta forma, há que tempos... mas cada vez mais assim!

Em@ disse...

Ai..ai...também eu! (a vida,claro está o poeta conheci-o hoje, muitos thankiús)